Terça-feira, 8 de Julho de 2008

JLP

 

Poema «Palavras»,

inserido na obra «A Casa, a Escuridão» de José Luís Peixoto

 

as tuas mãos, ou a tua pele, ou os teus lábios.

o teu olhar. o teu olhar lembra-me sempre que

 

ou os teus cabelos, ou a maneira exacta como

o teu rosto. o teu rosto. ou o teu corpo que

adormece onde o vento não se esqueceu de

 

ou cada uma das tuas palavras, palavras,

palavras numa língua de céus impossíveis.

 

 


publicado por Strelitzia5 às 02:35
link do post | comentar | favorito

.Strelitzia (*)


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
22
23

25
26
27
28
29
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Lendo...

. REVOLTANTE

. Sobre almas gémeas

. Biblioteca de Verão - Diá...

. True Blood

. ...

. ...

. Adriana - "em contramão"

. "Neumond"

. "Lost"

.Guest List

.tags

. todas as tags

.links

.facebook

SAPO Blogs