Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

Página 11 de «Onze Minutos», de Paulo Coelho

 

 

Porque eu sou a primeira e a última

Eu sou a venerada e a desprezada

Eu sou a prostituta e a santa

Eu sou a esposa e a virgem

Eu sou a mãe e a filha

Eu sou os braços da minha mãe

Eu sou a estéril, e os meus filhos são numerosos

Eu sou a bem casada e a solteira

Eu sou a que dá à luz e a que jamais procriou

Eu sou a consolação das dores do parto

Eu sou a esposa e o esposo,

      e foi o meu homem quem me criou

Eu sou a mãe do meu pai

Sou a irmã do meu marido,

       e ele é o meu filho rejeitado

Respeitem-me sempre

Porque eu sou a escandalosa e a magnífica

 

Hino a Ísis, sec. III ou IV (?), descoberto em Nag Hammadi

sinto-me: a espirrar
música: está tudo em silêncio

publicado por Strelitzia5 às 01:31
link do post | comentar | favorito
|

.Strelitzia (*)


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
22
23

25
26
27
28
29
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Lendo...

. REVOLTANTE

. Sobre almas gémeas

. Biblioteca de Verão - Diá...

. True Blood

. ...

. ...

. Adriana - "em contramão"

. "Neumond"

. "Lost"

.Guest List

.tags

. todas as tags

.links

.facebook

SAPO Blogs